Libro

Libro

Esta publicação apresenta os resultados da parceria do WWF-Brasil com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Mato Grosso e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade para avaliar a efetividade da gestão das unidades de conservação em Mato Grosso. Para isso, foi estabelecido o marco zero do método Rappam (Rapid Assessment and Priotization of Protected Area Management), que permite a avaliação rápida e a priorização da gestão das unidades de conservação (UCs).

Esta publicação apresenta os resultados da parceria do WWF-Brasil com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade para avaliar a efetividade da gestão das unidades de conservação no Amazonas.

Relatorio anual: WWF-Brasil 2008

Estado de conservación de las AP en la amazonía brasileña, tierras indígenas, presiones sobre las AP amazónicas.

Comunidade de Ensino e Aprendizagem em Planejamento de Unidades de Conservação.

"O Estado da Amazônia: uso da terra", sintetiza as informações sobre as principais atividades econômicas de uso da terra na Amazônia. Entre essas atividades incluemse agricultura, pecuária, madeira nativa, reflorestamento e mineração. Além disso, o livro resume os dados sobre cobertura vegetal como desmatamento e degradação florestal (i.e, área afetada por fogo e exploração ilegal de madeira), exploração madeireira e situação fundiária.

Como se ha avanzado en la amazonia brasileña en el cumplimiento delos objetivos del milenio.

Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA

Neste documento são apresentadas técnicas e ferramentas que podem ser utilizadas em processos de gestão adaptativa e compartilhada. No entanto, algumas ferramentas são mais aplicáveis do que outras, dependendo do nível de participação desejada e da fase na qual se encontra o processo de gestão da UC.

Objetivo sistematizar as iniciativas voltadas à produção de madeira e à produção de produtos florestais não madeireiros (PFNM) de sete espécies: açaí, andiroba, babaçu, buriti, castanha-do-brasil, copaíba e seringueira (látex). O levantamento se deu em seis estados da Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e Rondônia.

Páginas

Suscribirse a RSS - Libro
Bases de datos sobre conservación

Portal CES newsletter

Infórmate de las últimas noticias

Suscribirse a Portal CES newsletter feed